24.11.2011 - Grupo Folclórico Alpino Germânico mostra experiência em Munique
 

A primeira Oktoberfest de Munique, em 1810, nada tinha a ver com a multidão de turistas, enormes canecos de cerveja e o parque de diversões da atual festa na capital da Baviera. Naquela época, foi instituída uma corrida de cavalos para comemorar o casamento do príncipe herdeiro Luís, mais tarde rei Luís I da Baviera, com a princesa Teresa de Saxe-Hildburghausen.
A festa, para a qual estavam convidados todos os moradores de Munique, aconteceu num parque longe do centro, batizado Theresienwiese, em homenagem à noiva. Ainda hoje, é neste mesmo parque que acontece a Oktoberfest de Munique.
O encerramento e, ao mesmo tempo, ponto alto da festa, era a corrida de cavalos, com a presença da família real da Baviera. O enorme sucesso fez com que fosse marcada outra festa para Outubro do ano seguinte, e assim começou a tradição.
O festival de Munique é o maior do mundo. Anualmente, cerca de seis milhões de visitantes participam do festival e da feira em Munique.
Com a emigração dos alemães, a festa mais popular da Alemanha espalhou-se pelo planeta. Hoje existem Oktoberfest em diversos países, como: Argentina, Brasil, Estados Unidos, Hong Kong, Itália, Vietnam, entre outros.
Fiéis à tradição de mais de um século e meio, os bávaros curtem mais uma edição da Oktoberfest, que acontece em Munique, nos 26 hectares do parque Theresienwiese. Considerada a maior festa popular do mundo, a Oktoberfest é também o local ideal para degustar uma saborosa cerveja, servida nos mais tradicionais moldes alemães, sempre em canecos de 1 litro, os quais dão mais sabor, mantém a temperatura e evitando volume de lixo se fosse servido em copos descartáveis.
A festa deste ano, em sua 171ª edição, contou com 185 expositores e 74 restaurantes, montados em barracas. Além da cerveja servida em canecões, longos bancos de madeira, música ao vivo e comida típica do sul da Alemanha são elementos que não podem faltar na Oktoberfest.
As garçonetes também são indispensáveis no cenário da festa bávara. São elas que surpreendem os menos avisados ao carregarem até 20 canecões cheios de cerveja de uma só vez, garantindo também comodidade aos visitantes que não precisam enfrentar filas para adquirir sua cerveja ou comida, pois elas se encarregam disso.
A festa conta ainda com atrações clássicas de um parque de diversões e o clima não poderia ser outro: de alegria e descontração total.
No ano passado, 6,3 milhões de visitantes beberam 6,1 milhões de litros de cerveja, consumiram 490 mil frangos, 91 bois e 181 mil salsichas. Não é a toa que o setor gastronômico sempre aguarda com ansiedade a Oktoberfest. Em tempos de crise, nada melhor que uma festa do superlativo para dar um empurrãozinho nos negócios. Este ano trabalharam na Oktoberfest 12 mil funcionários de 591 empresas.
A Oktoberfest é também ponto de encontro de diversas nacionalidades. Cerca de 15% do total de turistas que passeiam pelo Theresienwiese são estrangeiros. Isto representa cerca de 1 milhão de pessoas. São elas que contribuem para dar um toque especial ao evento, que hoje já virou produto de exportação e conta com diversas "cópias" mundo afora. Entre os estrangeiros que passaram pela festa esse ano, esteve o Grupo Folclórico Alpino Germânico de Pomerode, que foi convidado a se apresentar na festa deste ano no dia 29 de Setembro, considerado um presente para o Grupo, já que neste mesmo dia completou 43 anos de existência e representou nossa cidade, estado e país. Aliás, os alemães que participavam da festa perguntavam de que cidade da Bavária o grupo era (imaginando que fossem de lá mesmo). Quase não acreditavam que o Grupo fosse brasileiro, devido aos trajes e por imaginar que no Brasil só existe carnaval e futebol, passaram a acreditar após terem visto a bandeira brasileira no início e final das apresentações que aconteceram no palco interno e também no palco externo do pavilhão cultural. O Grupo Alpino foi muito aplaudido, fotografado e causou emoção ao público presente na festa que viu que no Brasil ainda se mantém as tradições germânicas, as quais os jovens lá já não se interessam mais. O grupo agradece a Secretaria de Turismo, Cultura e Esporte do Estado de Santa Catarina, Funcultural PTEC 03621/111 “Participação na Oktoberfest de Munique.
Foi um momento de realização, emoção e que marcou para sempre os integrantes do Grupo Folclórico Alpino Germânico.


http://www.adjorisc.com.br/jornais/jornaldepomerode/noticias/geral/grupo-folclorico-alpino-germanico-mostra-experiencia-em-munique-1.985733


 
Fonte: jornal de Pomerode
 
 
 
 
  Informativo Online  
  Receba noticias, comunicados e informações
em sua caixa postal.
 
   
   
 
          
 
Agenda 2018
Julho 
 
D S T Q Q S S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
       
  Clique aqui e confira o calendário
completo de eventos.
 
 
     
  Todos os direitos reservados a Alpino Germânico Rua dos Atiradores, Nr 5665 - Testo Central Alto - 89107000 - Santa Catarina  
      Tel: 47 - 96121432