28.06.2015 - BANDONEON FEST NA FEIJOADA DO CARAMURU ESTÁ CHEGANDO!
 

BANDONEON FEST NA FEIJOADA DO CARAMURU ESTÁ CHEGANDO! 


 

15 de AGOSTO às 17H

 

SE VOCÊ É MÚSICO DE BANDONEON E GOSTARIA DE SE APRESENTAR NA FESTA, FAÇA SUA INSCRIÇÃO. 

 

ATÉ O DIA 05/08/2015 através e-mail culturaaeventos@gmail.com.

 

Você ainda pode se inscrever pelo telefone +55 (47) 3387-5032.

Para sua inscrição ser efetivada você precisa informar:

 

1)Nome completo

2)Endereço para correspondência

3)Telefone celular e fixo

4)Data de nascimento

5)Número de CPF ou RG

6)Um breve histórico sobre você/banda para que possamos ler em sua apresentação

 

Após recebermos sua inscrição entraremos em contato  com as orientações necessárias de como proceder no dia do evento!

 

 

Contamos com a presença e participação de todos!

 


 


Bandoneon, a história...


 


O Bandoneon foi inventado na Alemanha pelo músico Carl Friedrich Zimmermann da cidade de Carlsfeld na Alemanha. Alguns dados afirmam que em 1849 Zimmermman apresentou este novo instrumento na exposição industrial de Paris.


Mas foi Heinrich Band, que além de ser professor de música, era negociante de instrumentos musicais que deu origem ao nome do instrumento. Conta a história que ele possuía uma firma chamada BAND UNION, assim, a junção de Band com Union resultaria no nome do instrumento BANDONEON!


Em 1854, Zimmermmann fundou em Carlsfeld a primeira fábrica de Bandoneon, Konzertina e Harmonika.


O bandoneon é um instrumento musical de palhetas livres, semelhante a uma concertina, utilizado também na Argentina, onde é o principal instrumento da orquestra de tango. O executante do bandoneon é chamado de bandoneonista ou bandonionista.


Foi criado para ser usado na música religiosa e na música popular alemã, em contraste à concertina, que era considerada um instrumento folclórico. E, a partir de então, os imigrantes alemães trouxeram o instrumento para o Brasil e para a Argentina.


O bandoneon produz o som a partir da vibração de palhetas de aço rebitadas em chapas de metal que podem ser zinco ou alumínio. Na execução do tango é preferível o instrumento com chapas de zinco pelo peso, que permite versatilidade no staccato típico da marcação do tango, bem como pela doçura tímbrica.


Há vários modelos de bandoneon e layouts de escalas, desde instrumentos com 52 botões (104 tons) até 78 tons ( 156 tons).


O bandoneon padrão do tango é o modelo Reinische tonlage de 71 botões (142 tons) com apenas duas chapas de zinco e afinação a 442Hz. Apesar disso, existem desde badoneões de estudo com apenas uma chapa por nota até bandoneões com quatro chapas. Os modelos diferentes do de duas chapas não são utilizados no tango por não terem o som caracterítico do instrumento, senão que mais bem soam como um acordeon.


O Brasil teve sua própria fábrica de bandoneões, a Danielson & Goettems, de Santa Rosa - RS. Esta fábrica produziu bandoneões desde meados da década de 50 até começos dos anos 80. Reabrindo posteriormente e fechando definitivamente nos anos 90. Todos os seus modelos são Reinische tonlage, de 71 ou 76 botões, sempre com chapas de alumínio e revestimento de celulóide (salvo raríssimas exceções), por vezes ornamentado com flores. Estes bandoneões não são apropriados para a execução do tango pois seu timbre é muito estridente se comparado aos bandoneões alemães. Mais bem servem para o chamamé ou a música alemã. São instrumentos bastante resistentes e mais novos que os bons instrumentos alemães.


Dentre as fábricas de bandoneon alemãs, destacam-se a ELA (Ernest Louis Arnold), Alfred Arnold (AA ou Doble A), Arno Arnold (não confundir com AA), Meinel & Herold e F. Lange. Esta última não chegou a produzir bandoneões de tamanho padrão (71 botões) porém seus bandoneões pequenos são muito apreciados pelos executantes de música alemã. As fábricas ELA e AA fabricaram instrumentos com inúmeras marcas diferentes. A ELA fabricou dentre muitos outros, os modelos Tango, Cardenal, América, Echo, E.L. Arnold,... A Alfred Arnold fabricou, dentre outros, os Premier, Campo, Alfa,...


Ainda hoje produzem-se bandoneões sob encomenda em partes da Europa sendo os mais renomados os dos luthiers Uwe Hartenhauer (Alemanha), Harry Geuns(Bélgica) e Klaus Gutjahr(Alemanha). Algumas fábricas de acordeon na Itália, como a Victoria e a Pigini, também fabricam instrumentos.



 

Um grande abraço da Fundação Cultural de Pomerode e Equipe Caramuru
 
Fonte:
 
 
 
 
  Informativo Online  
  Receba noticias, comunicados e informações
em sua caixa postal.
 
   
   
 
          
 
Agenda 2019
Novembro 
 
D S T Q Q S S
         
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
  Clique aqui e confira o calendário
completo de eventos.
 
 
     
  Todos os direitos reservados a Alpino Germânico Rua dos Atiradores, Nr 5665 - Testo Central Alto - 89107000 - Santa Catarina  
      Tel: (47) 99612-1432